Estudo e origem das espécies



Introdução
    Os biólogos já classificaram mais de 2 milhões de  espécies de seres vivos, e ainda há mais por descobrir.  Essa variedade de espécies, ou biodiversidade, é o  resultado da evolução. Com o passar do tempo, o  processo evolutivo provoca o desaparecimento de  algumas espécies e o surgimento de novas.

Espécie
    Conjunto de indivíduos semelhantes que na natureza podem entrecruzar-se gerando descendentes férteis Espécie é um grupo taxonômico de classificação dos seres vivos. Na Natureza, os membros de uma espécie só cruzam com membros da ines ma espécie. Na classificação cada espécie tem um nome científico. Girafa (Giraffa camelopardalis), pinheiro (Pinus longaem) e andorinha (Hirundo rustica) são exemplos de espécies.

Especiação
    Evolução para o desenvolvimento de novas espécies As espécies modificam-se lentamente através do processo de evolução M.A especiação ocorre quando um grupo, dentro de uma espécie, se isola reprodutivameme. Ou seja, os indivíduos não cruzam com os demais membros da espécie. Com o tempo, os indivíduos desse grupo vão se diferenciando de tal modo que se tornam incapazes de cruzar com seus parentes. Forma-se então uma nova espécie. 

Isolamento reprodutivo
    Barreira biológica ou geográfica que impede o cruzamento Diferentes espécies ou grupos dentro da espécie podem se separar de vários modos. Podem estar geograficamente isolados, vivendo em locais diferentes sem se encontrar, ou ainda estar biologicamente isolados, por impossibilidades anatõmicas ou reprodutivas, ou mesmo números diferentes de cromos somos. 

Subespécie
  Subdivisão de uma espécie cujos indivíduos têm características particulares Nas espécies é natural que ocorram algumas variações. Às vezes, variações similares aparecem por toda a população, ou por membros da espécie que vivem em determinada área. Se as variações são distintas, o grupo é classificado como subespécie; que é um passo para o surgimento de uma nova espécie.

Híbrido
Planta Híbrida
   Descendente de duas espécies diferentes com parentesco De vez em quando, progenitores de espécies diferentes se acasalam e produzem uma prole. O produto desse cruzamento é um híbrido. Os híbridos podem ocorrer na Natureza, mas, em geral, são incapazes de se reproduzir, isto é, são estéreis. Diferentes espécies de plantas e animais são cruzadas pelo homem para produzir uma combinação particular de características. Os agricultores desenvolveram variedades de trigo que podem resistir a certas doenças e ser bem produtivas.

Microevolução
    Transformações evolutivas em pequena escala A rnicroevolução é a hase do processo evolutivo. Ela produz pequenas transformações em uma espécie e se dá entre uma geração e outra.

Macroevolução 
   Mudanças evolutivas maiores responsáveis pelo aparecimento de novas espécies A macroevolução é muita lenta. Envolve transformações que determinam o aparecimento de novas espécies,

Tentilhões de Darwin
    Grupo de tentilhões encontrados nas ilhas Galápagos As 13 espécies de rentilhões encontradas em Galápagos tiveram um importante papel na teoria da evolução de Darwin, que os observou ao visitar as ilhas em 1832. Mais tarde, Darwin propôs que eles deveriam ter se desenvolvido de um ancestral comum roveniente da América do Sul. O tentilhão original provavelmente comia sementes, mas seus descendentes desenvolveram modos de vida variados. Alguns se alimentam de insetos, enquanto outros, de sementes. O modo como esses tentilhões se desenvolveram é um exemplo de irradiação adaptativa.
Existem hoje 13 espécies de tendilhões de galápagos. Cada espécie tem um forma característica de bico e um modo de vida distinto. Nenhuma dessas espécies é encontra no continente.

Elo perdido 
 
Espécie extinta que liga dois grupos distintos de seres vivos. Os fósseis compõem um tipo de livro histórico da evolução. Entretanto, esse livro tem muitas páginas perdidas. De vez em quando, desenterra-se um fóssil importante, que mostra como um novo grupo de seres se desenvolveu a partir de espécies já extintas. O fóssil nos fornece o "elo perdido" de nosso conhecimento sobre o processo evolutivo. O Archaeopteryx é um exemplo disso: ele é o fóssil de um dinossauro alado que liga os répteis às aves.

Evidencia perdida: O Archaeopteryx é o esqueleto fóssil reptil emplumado com ave, que pode, de fato, ter sido o ancestral das aves atuais. Ele é evidecia de que as aves devem ter desenvolvido dos répteis.

Gradualismo
    Teoria pela qual a evolução ocorre de modo lento e gradual Desde que o darwinismo tornou-se largamente aceito, os biólogos têm se preocupado com a velocidade da evolução. Alguns acreditam que ela acontece em etapas, com novas espécies aparecendo gradualmente ao longo do tempo. Essa teoria é chamada gradualismo.

Equilíbrio pontual

  Teoria pela qual a evolução pode ocorrer abruptamente Partes do registro fóssil mostram que as espécies mudam repentinamente, mais do que de forma gradual. Alguns biólogos acreditam que é esse o modo natural da evolução. Essa idéia é chamada equilibrio pontual, pois cada espécie experimenta um período de estabilidade, rompido por mudanças evolutivas.

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.
 
Lider Biologia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .